terça-feira, 14 de março de 2017

Happy Birthday! 1 ano de federal

Hoje completo um ano de federal e estou muito triste de ter que lembrar que faz um ano que estou esperando um processo que deveria, teoricamente ser curto. 
Eu tinha esperanças de que nessa altura do campeonato já estivesse tudo resolvido e eu já estivesse no Canadá, mas nem tudo é como a gente quer não é mesmo.
Nesses 3 anos de processo, o que mais aprendi é que nem tudo é como a gente planeja. Muita coisa muda, a gente muda. Só essa demora que não muda.
Todo começo de semana eu tenho esperanças que vou receber meu combo e no decorrer da semana essa esperança vai se esvaindo e se renova na segunda. É um teste de paciência, de força mental, viver no limbo é muito difícil. Nesses  três anos deixei de tomar decisões muito importantes para minha vida, deixei de comprar coisas, de me aplicar no trabalho, pois sempre esperava que logo sairia meu visto e de que adiantaria tomar decisões, fazer coisas sendo que em breve iria embora. Esse em breve nunca chega, até agora estou aguardando e esperando. Me sinto cansada, muitas vezes já me questionei se realmente quero deixar tudo que tenho para me aventurar. O processo de imigração é tão complexo e frustrante que faz a gente se questionar inúmeras vezes.
Espero ainda ter forças e esperanças para que eu consiga finalizar esse processo de imigração com sucesso.

Força também para os outros futuros imigrantes que estão enfrentando a mesma situação.


Abraços

Rita

sexta-feira, 3 de março de 2017

13 de agosto de 2017

Essa data, aniversário da minha prima mais próxima, é minha data de embarque.

Eu já tenho o visto? Não
Eu já fiz os exames? Não
Eu já comprei passagem? SIMMMM

Seguinte, vi uma promoção muito muito boa! Tipo imperdivel, e resolvi arriscar e comprar minha passagem. Escolhi agosto pois ainda está longe mas ainda é verão e eu espero muito que tenha meu visto até lá!

Vou fazer os exames médicos upfront, Semana que vem, se eu conseguir marcar, estou com uma dificuldade em marcar! Mas vai dar tudo certo. Estou bastante ansiosa! Ter uma data é muito bom e ao mesmo tempo assustador!

Ainda de dedos cruzados para que eu receba um combo asap!

Dia 14 desse mês, faço um ano de processo federal, imaginei que já estaria no Canada nessa altura do campeonato!


Abraços

Rita

terça-feira, 3 de janeiro de 2017

2017 venha cheio de esperanças por favor!

To vivinha, viva e ainda em terras brasilis. Felizmente ou infelizmente, continuo no aguardo de novidades porém até agora nada!
Estou com uma esperança bem grande pra esse janeiro a coisa sair do stand by. Ansiedade sem limites.

Espero que 2017 seja um ano de conquistas e vitórias, um ano abençoado, um ano de surpresas e novidades.

Tentarei deixar em 2016 todas as tristezas e decepções, todo e qualquer sentimento ruim. Que 2017 venha para arrasar quarteirão!


Um feliz 2017 com muita paz para todos!


Abraços

quarta-feira, 26 de outubro de 2016

A reta final

De todas as longas etapas desse processo, a reta final, sem sombra de dúvidas, foi (e está sendo) a mais complexa para mim. É um misto tão grande de sentimentos e frustrações que não sei nem como explicar. Muitas pessoas não compreendem essa fase final, pedem para que tenhamos paciência, calma, o pior já passou, etc. Impossível, como boa ansiosa que sou, me pedir calma nessa altura do campeonato é inaceitável! hahahahah.
Hoje, está sendo um dia muito difícil para mim, eu tive uma noite turbulenta, sonhei muito com o processo, sonhei até com os canais do youtube, sonhei que encontrava o pessoal do Canadá Diário na piscina, juntamente com a Kitty no Canadá. Sonhei que o Tiago do diário de imigrante tinha recebido o combo de madrugada, mas era uma noite de sábado pra domingo e todo mundo ficava perplexo! Acordei, inclusive, no meio da noite, pra checar se ele havia postado algo.
Enfim, nesse misto maluco de sentimentos, ao mesmo tempo que estou morrendo de medo, estou ansiosa pra embarcar. Está difícil desapegar, me pego pensando em como será sair do meu emprego atual (tem 5 anos que trabalho aqui), deixar meus amigos, minha cidade, minha família e o mais difícil, deixar minha mãe! Cada dia tem sido massacrante, cada e-mail que chega o coração parece que vai sair pela boca, cada post nos grupos do facebook bate um desespero pra visualizar. Cada centavo gasto com "inutilidades" bate um sentimento de culpa, aquela sensação de que você deveria estar poupando e cada centavo economizado você se sente mal por não estar curtindo o momento, uma vez que aquela pode ser a última vez. Que fase difícil, imaginei que nessa altura, estaria bem preparada, que não teria mais dúvidas sobre nada. Que engano! Mas pelo bem ou pelo mal, não vejo a hora de terminar essa fase, e de conseguir me programar com segurança para minha partida e de me despedir das pessoas, dos lugares sabendo que pode ser a última vez para muitas coisas.

Desculpem o desabafo, mas hoje o dia está sendo muito difícil.

Abraços

quinta-feira, 25 de agosto de 2016

Vida em modo pausado

Mais uma terça-feira e mais uma vez sem novidades! Está sendo cada dia mais difícil esperar, principalmente porque já me livrei do meu apartamento e parcialmente das minhas coisas. Ainda tem bastante coisa pra me livrar.
Foi uma decisão precipitada, eu achava que nessa altura do campeonato já estaria com o visto em mãos ou em vias de, mas a realidade é outra! Eu ainda não tenho pedido de exames médicos e também não tenho pedido de visto! E estou aqui desmotivada, muitas vezes desanimada e nessa tortura eterna da demora.
Eu gostaria de ir esse ano, mas com o inverno se aproximando, essa possibilidade fica bem remota. Muitos gastos com roupas apropriadas poderiam comprometer meu orçamento. Também não sei dizer como seria o mercado de trabalho no inverno. Acredito que não seja tão atraente, mas é só achismo mesmo (quem souber, dá uma comentada). E meus outros planos de arrumar um trampo daqui, para ser babá, não rolaram por conta do visto e pensando bem, acho que foi melhor! Eu quero muito ter meu espaço. Essa fase que estou enfrentando (homeless) está sendo bem difícil não ter meu próprio espaço, apesar de meu namorado fazer todos os esforços para que eu me sinta em casa. Enfim, ter nosso próprio espaço é essencial!
Como a vida está parada, tenho pesquisado muito sobre custo de vida, tentando me aproximar de um valor, e o quanto ainda preciso guardar para me manter bem por um tempo sem trabalho. Tem muitos gastos a serem calculados.
Estou pesquisando desde moradia, até casacos de inverno, que tem uns preços bem salgados. Eu as vezes até tenho uma overdose de informações. Leio blogs e mais blogs, pesquiso sites, vejo vídeos e mais vídeos no youtube. E fico sonhando acordada, com o dia que tiver meu visto, como vou fazer, como vai ser, etc etc.
E esse, paciência para aguardar mais um pouco, paciência para esperar o inverno acabar!


Abraços

Rita


sexta-feira, 29 de julho de 2016

Abrindo o coração: tentativa de postagem

Acho que essa é a terceira vez que começo um post e esse pelo menos tenho a intenção de postar! haahahahaha. O tema vai ser o mesmo que os anteriores mas talvez com um coração mais leve dessa vez.
Sobre o processo: parado e sempre. Tivemos notícias tem pouco tempo de algumas pessoas que tiveram pedidos de exame mas depois disso ficou tudo parado e silencioso. Aquele silêncio que te mata lentamente. Mas, não é exatamente disso que vim falar. Como já falei algumas vezes, esse é meu espaço pra desabafar, mesmo que ninguém leia, mas tem posts aqui que revisto para lembrar boas sensações.
Vamos ao ponto, quero falar de saudades. Esse último mês foi marcado por dois eventos muito importantes, eu revi a minha irmã e dei tchau pra uma prima-irmã.
Minha irmã foi morar fora tem alguns anos e formou uma família e vive uma vida tranquila lá no país que escolheu com seus filhos. Fui visita-la nas minhas ferias, que começaram no mês passado e terminaram nesse. Foi maravilho poder passar esses momentos ao lado da minha irmã, da minha mãe e das crianças, mas dar tchau foi dolorido, muito triste e até hoje dói.
Nessa semana, estou ainda me despedindo, da minha prima-irmã. Ela também vai virar uma expatriada e embora eu me sinta muito feliz pela sua conquista e do seu esposo, eu tenho uma sensação de que fui abandonada. Que saudades já sinto de tudo! E como é difícil dizer adeus, até logo, tchau! Nos despedir das pessoas queridas, mesmo que não seja pra sempre, causa um impacto muito forte na gente.
E logo serei eu, que estarei partindo e deixando pra trás tanta gente querida e amada que eu vou morrer de saudades.
Ah a saudades, sempre está na vida do imigrante, é a dor dos apegados! Espero muito conseguir em encontrar e não morrer de saudades!

Rita

sexta-feira, 13 de maio de 2016

Atualização do E-cas

Hoje meu processo teve uma atualizaçãozinha. :) Eu olho todo santo dia pra ver se alguma coisa mudou, fazia tempo que estava em in process mas nada de mudar.
Hoje pela manhã, fiz minha rotina de entrar para verificar e tinha uma atualização.



Então eles começaram a processar meu application na terça feira. Dois meses desde quando enviei. Espero que não demore para receber o pedido de exames. Tenho acompanhado nos grupos do face, pessoas com mais de 100 dias de espera, isso é um pouco desanimador, pois no geral o federal tem demorado menos de 6 meses.

Dedos cruzados para o pedido de exames vir no próximo mês! O problema, é que se vier, vou passar minhas férias inteiras ansiosa para fazer logo os exames e nem vou curtir. Tomara então que o pedido chegue em Julho!

Abraços

Rita